Ler por aí… na Língua Portuguesa: Língua Mátria (autores vários)

A minha mátria é a língua portuguesa

São diversas as vozes que se juntam à minha e que, não raras vezes, se afirmam como vidas alheias, de sotaques em sotaques, de pronúncias em pronúncias, de dialectos em dialectos.”

Waldir Araújo, p. 163

Língua Mátria reúne doze contos inéditos de autores de língua portuguesa, cujas respetivas nacionalidades percorrem quase todos os lugares da Lusofonia. O livro começa a sua trajetória literária em Angola, com um conto da autoria de David Capelenguela, mas passa por Portugal (João Tordo, Teolinda Gersão e Patrícia Reis), por Moçambique (Mia Couto), por Timor-Leste (Luís Cardoso), por São Tomé e Príncipe (Olinda Beja), pela Guiné-Bissau (Waldir Araújo), até chegar a Cabo Verde (Vera Duarte) e ao Brasil (Milton Hatoum).
Esta antologia de contos recorda-nos, acima de tudo, que o português é uma língua riquíssima e cujo património lexical deve muito aos países africanos de língua portuguesa, ao próprio Brasil, que conta com o maior número de falantes de língua portuguesa.
Este livro também nos recorda que a nossa língua é uma das mais faladas no mundo e que não existe um sotaque melhor do que outro, nem uma norma inferior a outra.
Esta antologia recorda-nos que, apesar de a língua portuguesa apresentar um leque de variações a todos níveis linguísticos, é uma e indissolúvel.
Este livro é, sobretudo, uma declaração de amor à língua portuguesa, por ser amalucadamente bela e labiríntica.

Matteo Pupillo
©2020 Ler por aí…

 

Autores Vários, AA. VV. ou VV. AA. 

David Capelenguela João Tordo Luís Cardoso Mia Couto Milton Hatoum Olinda Beja Patrícia Reis Teolinda Gersão Vera Duarte Waldir Araújo
David Capelenguela João Tordo Luís Cardoso Mia Couto Milton Hatoum Olinda Beja Patrícia Reis Teolinda Gersão Vera Duarte Waldir Araújo

São eles: 

David Capelenguela (Angola)

João Tordo (Portugal)

Luís Cardoso (Timor-Leste)

Mia Couto (Moçambique)

Milton Hatoum (Brasil)

Olinda Beja (São Tomé e Príncipe)

Patrícia Reis (Portugal)

Teolinda Gersão (Portugal)

Vera Duarte (Cabo Verde)

Waldir Araújo (Guiné-Bissau)

A Língua Portuguesa

Língua Portuguesa, imagem do Instituto Camões para o Dia da Língua Portuguesa em https://www.instituto-camoes.pt/sobre/comunicacao/dia-da-lingua-2018/dia-lp-ucrania-2018
Língua Portuguesa, imagem do Instituto Camões para o Dia da Língua Portuguesa em https://www.instituto-camoes.pt/sobre/comunicacao/dia-da-lingua-2018/dia-lp-ucrania-2018

A Língua Portuguesa é território. Língua oficial em oito países, é falada por 250 milhões de pessoas em todo o mundo, como língua materna. As suas múltiplas variantes são a sua graça. Desde 1990 que sofre maus tratos.

 

 


Mantenha-se a par do que fazemos. Siga-nos:FacebooktwitterpinterestrssinstagrammailFacebooktwitterpinterestrssinstagrammailby feather

Gostou desta página? Partilhe:FacebooktwitterredditpinterestlinkedintumblrmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedintumblrmailby feather

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.