Ler por aí… em Mindelo, Cabo Verde

“Quando a Yara entrou na vida do Pepe ele dizia estar com oitenta anos já feitos, e confesso ter ficado verdadeiramente surpreendido na noite em que ela me bateu à porta para me anunciar, com a sua natural desfaçatez e sorrisinho traquinas de menina impúdica, que acabava de deixar a cama do «nosso querido e muito sensual Pepinho». E diante da minha manifesta troça por algo que me pareceu desvairada imaginação erótica, Yara estendeu-me um papelinho cuidadosamente dobrado em quatro que desenrolei com gestos propositadamente lentos, numa tentativa de a irritar, mas apenas para reconhecer sem dificuldade quer a caligrafia do meu amigo, cuja elegância a idade não consegue destruir, quer a delicadeza das palavras escritas que condizem inteiramente com a sua personalidade de homem de maneiras afectuosas.”


Mantenha-se a par do que fazemos. Siga-nos:FacebooktwitterpinterestrssinstagrammailFacebooktwitterpinterestrssinstagrammailby feather

Gostou desta página? Partilhe:FacebooktwitterredditpinterestlinkedintumblrmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedintumblrmailby feather

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.